EMERGÊNCIA COVID-19: sua solidariedade protege famílias

Países ricos já compraram mais da metade do suprimento futuro da vacina contra covid-19

Oxfam reforça apelo para que a vacina contra o coronavírus seja gratuita e distribuída de acordo com a necessidade dos países. Assine nossa petição por uma Vacina para todos!

17/09/2020 Tempo de leitura: 3 minutos
 

Os países mais ricos do mundo, que têm apenas 13% da população global, já compraram mais da metade (51%) das doses das vacinas contra a covid-19 em desenvolvimento, e as grandes empresas farmacêuticas que estão na corrida para lançar o produto já fazem as contas de quanto vão lucrar. Enquanto isso, dezenas de países e centenas de milhões de pessoas, especialmente as mais pobres, poderão ficar sem a vacina até pelo menos 2022.

Esse é o alerta que a Oxfam faz nesta quinta-feira (17/9), dia em que ministros de Saúde e Economia dos países do G20 se reúnem virtualmente para discutir a pandemia global.

A Oxfam analisou, por meio de dados disponibilizados pela empresa AirInfinity, os acordos que empresas farmacêuticas e laboratórios já fecharam com países pelo mundo para a aquisição das cinco principais vacinas em produção hoje – da AstraZeneca, Gamaleya/Sputnik, Moderna, Pfizer e Sinovac.

Dois terços da população mundial só deverão ter acesso à vacina em 2022

As empresas envolvidas nos acordos não têm a capacidade de produzir vacinas suficientes para todos e todas que precisem dela. Mesmo que as cinco vacinas tenham sucesso, o que é bastante improvável, quase dois terços (61%) da população só terão acesso ao medicamento em 2022. Como é mais provável que algumas das vacinas não vinguem, o número de pessoas que poderá ficar sem imunização deverá ser maior.

Esse cenário revela um sistema que protege os monopólios e os lucros das grandes empresas farmacêuticas e favorece as nações mais ricas, restringindo a produção de medicamentos e deixando parte da população mundial esperando pela vacina por mais tempo do que o necessário.

Uma das vacinas, desenvolvida pela empresa Moderna, recebeu US$ 2,48 bilhões de dinheiro de impostos pagos por contribuintes. Apesar disso, a empresa tem afirmado que pretende lucrar com a produção de sua vacina, tendo vendido toda sua produção para países mais ricos – a preços que variam de US$ 12 a US$ 16 a dose nos Estados Unidos e cerca de US$ 35 para outros países. Com isso, a necessária proteção fica fora do alcance para muitos que vivem na pobreza.

Ainda que a empresa Moderna esteja fazendo esforços para aumentar sua produção, conforme indicam informes, ela só tem a capacidade de produzir para cerca de 475 milhões de pessoas – ou 6% da população global.

Custo de vacina para todos é menor do que impacto causado na economia

O custo estimado para disponibilizar a vacina contra a covid-19 para toda a população mundial é de menos de 1% do impacto que a pandemia teve na economia global. O mais recente relatório do FMI (World Economic Outlook, de junho de 2020) projetou uma perda acumulada para a economia global entre 2020 e 2021 devido à pandemia de cerca de US$ 12 trilhões. O custo de produção e distribuição de uma vacina contra o coronavírus para toda a população mundial, de acordo com os dados do Acelerador de Acesso às Ferramentas COVID-19 (uma iniciativa do G20), é de cerca de US$ 70,6 bilhões.

A Oxfam e outras organizações pelo mundo estão fazendo campanha para uma Vacina para Todos, sem custos e distribuída de acordo com a necessidade dos países. Isso só será possível se as empresas farmacêuticas permitirem que as vacinas sejam produzidas em toda a parte, compartilhando seu conhecimento sem patentes.

“Existem momentos em uma sociedade em que os interesses coletivos devem estar acima dos individuais. Tragédias como a que o mundo está vivendo hoje e que está afetando, de forma brutal, milhões de pessoas colocam o objetivo de lucrar em um lugar, para dizer o mínimo, inaceitável. A vacina para esse coronavirus deve estar disponível para todas as pessoas do planeta. Isso é uma questão de humanidade. “, afirma Katia Maia, diretora executiva da Oxfam Brasil.

Assine nossa petição por uma Vacina para Todas e Todos!

imagem do banner
Cadastre-se
Junte-se a nós para contribuir para as mudanças que queremos na sociedade brasileira.
Cadastre-se agora para receber mais informações!
Ao se cadastrar, você concorda com a política de privacidade da Oxfam Brasil

A Oxfam Brasil utiliza cookies para melhorar a sua experiência

Ao continuar navegando na nossa página, você autoriza o uso de cookies pelo site.