Mais Justiça, Menos Desigualdades

Ex-líderes globais e vencedores do Nobel pedem a Biden que suspenda propriedade intelectual de vacinas

A quebra da propriedade intelectual, ainda que temporaria, poderia aumentar a produção de vacinas contra a covid-19 nos Estados Unidos e em diversos outros países.

14/04/2021 Tempo de leitura: 2 minutos
 

Mais de 170 ex-chefes de estado e governo e vencedores do Prêmio Nobel assinaram carta aberta endereçada ao presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, pedindo que ele apoie uma isenção das regras de propriedade intelectual para as vacinas de covid-19. Os signatários pedem também que Biden apoie as iniciativas por vacinas para todas e todos, para acabar com a pandemia.

Assinam a carta nomes como Gordon Brown (ex-primeiro ministro do Reino Unido), François Hollande (ex-presidente da França), Joseph Stiglitz (Nobel de Economia) e Françoise Barre-Sinoussi (Nobel de Fisiologia e Medicina), entre outros.

Sem as regras de propriedade intelectual, seria possível aumentar a produção de vacinas nos Estados Unidos e em outros países, afirmam os signatários da carta. Eles pedem que Biden tome a decisão com urgência para que “esse momento seja lembrado na história como a hora em que escolhemos colocar o direito coletivo à segurança acima dos monopólios comerciais de alguns”.

A carta pede apoio de Biden à proposta dos governos da Índia e da África do Sul feita na Organização Mundial do Comércio (OMC) para suspender temporariamente as regras de propriedade intelectual relacionadas às vacinas e tratamentos para covid-19. Com a Produção atual de vacinas, a maior parte dos países pobres terá que esperar até 2024 para atingir imunização em massa de suas populações.

“Enquanto os Estados Unidos tem conseguido avançar enormemente na vacinação de sua população, graças aos esforços da administração Biden, isso não é suficiente. Novas mutações do virus vão continuar a tirar vidas pelo mundo e prejudicar a nossa economia global que é muito interconectada”, afirma Stiglitz. “As regras de propriedade intelectual são hoje o grande obstáculo para o suprimento global de vacinas.”

Para o ex-primeiro ministro inglês Gordon Brown, a vacinação ampla e irrestrita é de interesse estratégico dos Estados Unidos e de qualquer outro país no mundo. “Há uma oportunidade sem paralelo para que os Estados Unidos lidere essa questão para podermos acabar com a pandemia.”

Leia aqui a íntegra da carta (texto em inglês) enviada ao presidente americano Joe Biden.  

A carta foi coordenada pela Aliança da Vacina para Todos, uma coalizão formada por mais de 50 organizações, entre elas a Oxfam, o Club de Madrid, o Centro Yunus, a UNAIDS, Médicos pelos Direitos Humanos, o Centro Internacional Nizami Ganjavi, Justiça Global e Avaaz, entre outras.

Pressione você também por uma vacina para todas e todos! Assine nossa petição!

.

Notícias Relacionadas:
imagem do banner
Cadastre-se
Junte-se a nós para contribuir para as mudanças que queremos na sociedade brasileira.
Cadastre-se agora para receber mais informações!
Ao se cadastrar, você concorda com a política de privacidade da Oxfam Brasil

A Oxfam Brasil utiliza cookies para melhorar a sua experiência

Ao continuar navegando na nossa página, você autoriza o uso de cookies pelo site.