Mais Justiça, Menos Desigualdades

Blog



Se tem gente com fome, dá de comer!

22/06/2021 Tempo de leitura: 3 minutos
 

A Campanha Tem Gente Com Fome é uma iniciativa da Coalizão Negra Por Direitos, que nasceu de um fato impossível de ser ignorado: brasileiros e brasileiras passam fome, em diferentes partes do país. Com o apoio de outras organizações e a visibilidade trazida por pessoas influentes, de diferentes segmentos, a campanha segue firme no seu propósito de prover alimentação para centenas de famílias negras brasileiras.

Muito já foi feito, porém o fim do drama que motivou o projeto segue muito distante. Sem uma atuação efetiva do governo federal no auxílio dos que estão em situação extrema de vulnerabilidade e na aceleração do nosso ritmo de vacinação, o que resta para a sociedade civil é colocar em prática a solidariedade e dar de comer para quem tem fome.

O Brasil, a fome e a insegurança alimentar

No final de 2020, junto com o fim da Auxílio Emergencial oferecido para a população brasileira pelo governo federal, que não tinha previsão de renovação, uma importante questão nasceu: o que as dezenas de milhares de brasileiras e brasileiros que tinham o auxílio como única renda fariam para comer e alimentar suas famílias?

Para entendermos melhor a gravidade do momento citado, é útil lembrar do Inquérito Nacional sobre insegurança alimentar no contexto da pandemia da Covid-19 no Brasil, elaborado pela Rede Brasileira de Pesquisa em Soberania e Segurança Alimentar Rede Penssan, com apoio da Oxfam Brasil, que escancarou o fato de que, nos últimos três meses de 2020, mais de 19 milhões de pessoas passaram fome no Brasil, enquanto outras 116,8 milhões viviam em estado de insegurança alimentar, o que significa não saber o que será consumido da próxima refeição.

A Coalizão Negra Por Direitos e sua articulação

Como é costumeiro no Brasil, quando o Estado falta, o 3º setor se organiza para tentar ocupar o espaço deixado vazio. A Coalizão Negra Por Direitos, uma das organizações mais atuantes e respeitadas do Movimento Negro Brasileiro, que reúne centenas de Grupos, Coletivos e ONGs espalhados por todo o país, em março de 2021, criou a campanha Tem Gente Com Fome.

A iniciativa conta com o apoio da Oxfam Brasil, Anistia Internacional, Redes da Maré, Instituto Ethos, 342 Artes, Orgânico Solidário, Grupo Prerrogativas, Nossas, ABCD Brasil, entre outras organizações. Desde o começo, a meta era ousada: levar comida, por 3 meses, para mais de 200 mil famílias atendidas pelas organizações da Coalizão. Do começo até agora, assim como a crise econômica e a fome, a campanha também cresceu.

A recepção nas redes sociais e imprensa

A Tem Gente Com Fome não é uma campanha contemporânea apenas por ter nascido de uma necessidade urgente. Boa parte do seu dinamismo vem do fato dela se propagar nas redes sociais, além dos veículos tradicionais. Logo no seu lançamento, um vídeo com celebridades de diferentes segmentos circulou pelas redes de famosos e anônimos, como um rastilho de pólvora.

Nomes como Camila Pitanga, Lázaro Ramos e Fernanda Montenegro divulgavam a fome que se alastrava e alastra pelo país e nos convidavam a apoiar, com doações de diferentes valoras, essa causa tão necessária. Os vídeos ganharam novas versões e novos apoiadores, entre artistas, acadêmicos e comunicadores.

Das redes sociais para os programas de televisão e jornais foi um pulo. Menções relevantes em programas como Altas Horas e Fantástico e jornais como o Jornal Hoje trouxeram ainda mais visibilidade para a Tem Gente Com Fome.

Mais recentemente, a campanha se internacionalizou, ganhando posts em línguas estrangeiras e o apoio de personalidades internacionais. Neste caso, o destaque fica para a cantora Beyonce, que através de sua organização social, a Bey Goog, divulgou a campanha tem gente com fome, junto de um card que dizia: “Brazilian Lives Matter”.

O que já foi feito?

Durante os três meses de atuação, a Tem Gente Com Fome já arrecadou mais de R$ 12 milhões e levou cestas básicas e cartões alimentação para mais de 60 mil famílias brasileiras espalhadas por todo o país. São centenas de milhares de pessoas beneficiadas pelas doações que vêm de pessoas físicas e organizações.

Todo esse poder de mobilização não pode diminuir. Infelizmente, a vacinação da população brasileira segue em ritmo lento e menos de 20% dos brasileiros e brasileiras já tomaram as duas doses do imunizante. Sem a aceleração deste processo, as consequências da pandemia continuaram a crescer e se espalhar, inclusive a fome.

Por isso, mais do que nunca é necessário dizer: Se tem gente com fome, dá de comer! Entre na nossa página de doação e contribua com essa causa, nos ajude a aplacar o sofrimento daqueles que mais tem sido afetado pela Covid_19.

Categoria:

Insegurança alimentar e fome

Cadastre-se
Junte-se a nós para contribuir para as mudanças que queremos na sociedade brasileira.
Cadastre-se agora para receber mais informações!
Ao se cadastrar, você concorda com a política de privacidade da Oxfam Brasil


Deixe um comentário


A Oxfam Brasil utiliza cookies para melhorar a sua experiência

Ao continuar navegando na nossa página, você autoriza o uso de cookies pelo site.