Mais Justiça, Menos Desigualdades

Blog



O Globo: Refugiados ambientais: secas, tempestades e enchentes multiplicam migrações no país

13/09/2021 Tempo de leitura: 1 minuto
 

Foto: Agência de Notícias do Acre/Sérgio Vale

Reportagem do jornal O Globo, publicada nesta segunda-feira (13/9), sobre deslocamentos provocados pela crise climáticas no mundo. No Brasil, em 2020, foram 358 mil deslocamentos – a maior parte devido às tempestades ocorridas no início do ano na região sudeste do país. No mundo, enchentes, tempestades ou secas tiraram mais de 30 milhões de pessoas de suas casas, segundo dados do Centro de Monitoramento de Deslocamento Interno.

Entre os entrevistados pela reportagem está Gustavo Ferroni, coordenador da área de Setor Privado e Direitos Humanos da Oxfam Brasil, que explicou como a crise climática está reforçando as desigualdades.

Segundo Ferroni, pessoas de baixa renda, sem acesso a alternativas econômicas, políticas públicas e tecnologias de adaptação que permitam que elas permaneçam em suas regiões ou se recuperarem das crises ambientais, são as mais afetadas pelos eventos climáticos extremos.

Sem atenção do setor público e do setor privado, elas acabam desistindo do meio de vida que exerciam tradicionalmente e vão para outras cidades do país trabalhar com menos saúde e em posições subalternas e precarizadas.

Gustavo Ferroni, coordenador da área de Setor Privado e Direitos Humanos da Oxfam Brasil.

Leia aqui a reportagem de O Globo na íntegra.

Categoria:

Clima e Desigualdades, Nós na imprensa

Cadastre-se
Junte-se a nós para contribuir para as mudanças que queremos na sociedade brasileira.
Cadastre-se agora para receber mais informações!
Ao se cadastrar, você concorda com a política de privacidade da Oxfam Brasil


Deixe um comentário


A Oxfam Brasil utiliza cookies para melhorar a sua experiência

Ao continuar navegando na nossa página, você autoriza o uso de cookies pelo site.