Mais Justiça, Menos Desigualdades

 

Perguntas e Respostas sobre Vacina para Todos

O que é Vacina para Todos e por que precisamos disso para acabar com a pandemia?

A melhor esperança que temos para realmente acabar com a pandemia de covid-19 é tornar todas as vacinas gratuitas e disponíveis para todas as pessoas no mundo. Cientistas de todo o mundo trabalharam arduamente para produzir vacinas seguras e eficazes que possam nos proteger. A pesquisa e desenvolvimento de vacinas contaram com bilhões de dólares de dinheiro público, e por isso nada mais justo que as vacinas estejam disponíveis para todas e todos.

Porque há países com poucas vacinas e outros com muitas?

Em setembro de 2020, depois das primeiras versões da vacina terem sido criadas, os países mais ricos do mundo, que juntos correspondem a apenas 14% da população mundial, já tinham comprado 53% das doses que ainda estavam em produção.

Os Estados Unidos, por exemplo, reservou quase 3 bilhões de doses, o suficiente para vacinar toda a população americano quase 8 vezes! Já a União Europeia garantiu uma quantidade de doses suficientes para vacinar sua população mais de duas vezes. Enquanto isso, os países mais pobres do mundo ficaram para o final da fila. Sem dinheiro para adquirir vacinas e com a escassez dos produtos devido à alta compra pelos países desenvolvidos, estima-se que os países mais pobres só consigam vacinação suas populações a partir de 2022.

Aqui no Brasil, a vacinação começou no dia 17 de janeiro de 2021, logo após a aprovação da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) para o uso das duas primeiras vacinas contra o coronavírus disponíveis no país: a feita pelo Instituto Butantan em parceria com a China e a da Oxford-AstraZeneca, em parceria com a Fiocruz.

No entanto, a vacinação no país segue em passos lentos, devido à dificuldade de aquisição de insumos para produção da vacina no Brasil e também de compra de vacinas de fora. Até o dia 16 de maio de 2021, apenas 17% da população brasileira havia recebido ao menos uma dose da vacina (36 milhões de pessoas) e apenas 8% (17 milhões) estava totalmente imunizados.

Quem é responsável por criar uma vacina para todos e todas?

Os cientistas fizeram a parte deles, entregando vacinas seguras e eficientes contra a covid-19. Nós, os contribuintes (pagadores de impostos) também fizemos a nossa parte, financiando boa parte da pesquisa e do desenvolvimento dessas vacinas, que contaram com dinheiro público. Agora, os políticos e os executivos das grandes empresas farmacêuticas precisam fazer a parte deles, tornando essas vacinas acessíveis para todas e todos, em toda a parte.

Vacinas, testes e tratamentos contra a covid-19 não podem estar disponíveis apenas para quem possa pagar, as vidas das pessoas são mais importantes do que os lucros das empresas.

Quem vai pagar pela vacina? Tem como ela ser gratuita para todas e todos?

Ao pagarmos nossos impostos, nós já contribuímos com boa parte da pesquisa e desenvolvimento das vacinas. O que precisamos agora é que as empresas farmacêuticas sejam transparentes em relação aos custos das vacinas. Elas não devem estabelecer o preço das vacinas de acordo com os interesses de seus acionistas, às custas da saúde de milhões. Com isso, governos e agências de saúde terão como adquirir as vacinas e salvar vidas.

Uma forma de acelerar a vacinação pelo mundo é fazer com que as licenças de patentes das vacinas sejam suspensas temporariamente, enquanto durar a pandemia. O Senado brasileiro aprovou no final de abril de 2021 um projeto de lei que autoriza o governo brasileiro a decretar a licença compulsória temporária de patentes de vacinas, testes de diagnóstico e medicamentos para o enfrentamento da covid-19, com o objetivo é acelerar o processo de imunização. O governo americano também apoia a iniciativa, em decisão história anunciada no início de maio de 2021.

Outra maneira para que mais países possam ter acesso às vacinas é apoiar o Consórcio Covax, da OMS, que convidou países ricos a criarem um fundo coletivo para comprarem vacinas em conjunto e distribuírem aos países mais pobres. No entanto, os países mais ricos preferiram negociar diretamente com os laboratórios, comprando boa parte da produção e deixando pouco ou quase nada disponível para o Consórcio Covax.

É possível mudar esse cenário e você pode contribuir!

Assine a nossa petição Vacina Para Todos e nos ajude a evitar que as pessoas que vivem nos países mais pobres, que já são as mais afetadas pelas consequências da pandemia, fiquem sem acesso à vacina.

imagem do banner
Cadastre-se
Junte-se a nós para contribuir para as mudanças que queremos na sociedade brasileira.
Cadastre-se agora para receber mais informações!
Ao se cadastrar, você concorda com a política de privacidade da Oxfam Brasil

A Oxfam Brasil utiliza cookies para melhorar a sua experiência

Ao continuar navegando na nossa página, você autoriza o uso de cookies pelo site.