EMERGÊNCIA COVID-19: sua solidariedade protege famílias

Senadoras e senadores: queremos um Fundeb para valer!

O Fundeb, principal mecanismo de financiamento da educação pública no país, foi aprovado na Câmara e agora foi para o Senado. Assine a petição para garantir que os senadores aprovem um Fundeb para valer!

04/08/2020 Tempo de leitura: 2 minutos
 

Ativistas, profissionais e entidades da educação mobilizam-se há anos na construção do novo Fundeb – o principal mecanismo de financiamento da educação pública do país. Em julho, o novo texto foi aprovado na Câmara e agora aguarda votação no Senado. Para pressionar os senadores e as senadoras pela aprovação de um Fundeb que efetivamente garanta educação de qualidade em todo o país, a Ação Educativa, em parceria com a Oxfam Brasil e a Campanha Nacional pelo Direito à Educação, lança nesta terça-feira (4/8) a petição Quero um Fundeb para Valer, dentro da iniciativa De Olho nos Planos.

O texto da PEC15/2015 aprovada na Câmara avança ao tornar o Fundeb permanente e aumenta a complementação da União de 10% para 23%, trazendo novos recursos para a educação pública. Também incorpora o Custo Aluno-Qualidade (CaQ), que estabelece padrões de qualidade para todas as escolas do país.

Os avanços obtidos na Câmara dos Deputados, resultado da mobilização e pressão de profissionais da educação, entidades e movimentos do campo educacional, devem ser mantidos durante a tramitação no Senado Federal e a pressão da sociedade civil agora fundamental para mostrar que o direito à educação é inegociável e que o novo Fundeb é o caminho mais efetivo para valorizar as/os profissionais da educação, ampliar o acesso e a qualidade do atendimento educacional e garantir infraestrutura adequada em todas as escolas.

São 7 pontos fundamentais do texto aprovado na Câmara dos Deputados que devem ser mantidos durante a tramitação no Senado Federal:

  • um Fundeb permanente, previsto na Constituição Federal e sem prazo para acabar;
  • a utilização do recurso do Fundeb exclusivamente para a Educação Básica pública;
  • o aumento significativo da contribuição da União ao Fundeb para, no mínimo, os 23% aprovado na Câmara dos Deputados;
  • a complementação da União com recursos de verdade, novos, e não vindos de outros investimentos e programas educacionais;
  • condições adequadas de qualidade e investimento público para TODAS as escolas, por meio do Custo Aluno-Qualidade (CAQ);
  • condições de remuneração digna a profissionais da educação com garantia de, no mínimo, 70% de recursos do Fundeb para pagamento de profissionais da educação;
  • a criação de um modelo híbrido de distribuição dos recursos, que garanta que nenhuma rede seja desestruturada e mais matrículas e qualidade para aquelas redes que têm menos recursos, tornando o país mais equitativo em termos educacionais.

#VotaFundeb #FundebPraValer #FundebComCAQ

imagem do banner
Cadastre-se
Receba nossa newsletter
 

A Oxfam Brasil utiliza cookies para melhorar a sua experiência

Ao continuar navegando na nossa página, você autoriza o uso de cookies pelo site.