Mais Justiça, Menos Desigualdades

Oxfam Brasil discute regulamentação da defesa dos direitos humanos pelas empresas na Conferência Ethos 2022

O estudo discute a necessidade de uma maior regulamentação em relação aos impactos de ações de empresas sobre os direitos humanos para evitar abusos e violações.

02/06/2022 Tempo de leitura: 1 minuto
 

A Oxfam Brasil apresentou nesta quinta-feira (2/6) na Conferência Ethos 2022 o estudo Reduzindo a Lacuna, que discute a necessidade urgente de se fortalecer as ações voluntárias das empresas em relação aos direitos humanos com instrumentos regulatórios robustos, para evitar abusos e violações.

O painel de apresentação do estudo contou com a participação de Gustavo Ferroni, coordenador da área de Justiça Rural e Desenvolvimento da Oxfam Brasil, e Marina Novaes, pesquisadora e representante do Centro de Informações sobre Empresas e Direitos Humanos.

O interesse em temas ligados aos processos de devida diligência de direitos humanos vem crescendo, com empresas e investidores se juntando a representantes da sociedade civil, governos e sindicatos para exigir leis eficazes e uma maior proteção dos direitos humanos.

O relatório destaca também os elementos-chave de uma regulamentação eficaz para garantir que a devida diligência não se torne apenas mais um exercício administrativo de “caixa” das empresas.

imagem do banner
Cadastre-se
Junte-se a nós para contribuir para as mudanças que queremos na sociedade brasileira.
Cadastre-se agora para receber mais informações!
Ao se cadastrar, você concorda com a política de privacidade da Oxfam Brasil

A Oxfam Brasil utiliza cookies para melhorar a sua experiência

Ao continuar navegando na nossa página, você autoriza o uso de cookies pelo site.