Mais Justiça, Menos Desigualdades

Oxfam Brasil contrata agência de desenvolvimento de campanha sobre desigualdades urbanas e juventudes

A campanha será para o projeto Bairros, Olhares Desiguais e Juventudes. Prazo para entrega das propostas: 30 de maio.

18/05/2021 Tempo de leitura: 7 minutos
 

CHAMADA PÚBLICA – Contratação de Agência para Desenvolvimento de campanha sobre desigualdades urbanas e juventudes

Nome do projeto: Bairros, Olhares Desiguais e Juventudes: posicionando as desigualdades multidimensionais na agenda política local dos países em transição (CiT 2019/409-150).

Organizações parceiras: Oxfam Intermón; Oxfam México; CIDOB; Ayuntamento de Barcelona e União Europeia.

Abrangência geográfica: Todo o território brasileiro.

Orçamento para a campanha: R$ 165.000,00 – incluindo todos os custos com impostos e encargos fiscais.

Coordenação: Gerente de Mobilização, Comunicação e Captação, com apoio da Gerente de Programas, Incidência e Campanhas.

Comissão julgadora (contratação): Gerente de Mobilização, Comunicação e Captação; Gerente de Programas, Incidência e Campanhas; Coordenadora da Área Temática Juventudes, Gênero e Raça; e Coordenador de Comunicação.

Comitê Gestor da Campanha: A campanha será gerida por um comitê composto por até sete (7) pessoas.

Observadores: Oxfam Intermón; Oxfam México; Delegação Brasileira da União Europeia.

A Oxfam Brasil

A Oxfam Brasil é uma organização da sociedade civil brasileira, fundada em 2014, para a construção de um Brasil mais justo, sustentável e solidário, eliminando as causas da pobreza, as injustiças sociais e as desigualdades.  

Atuamos em três áreas temáticas: setor privado, desigualdades e direitos humanos; desigualdades nas cidades – juventudes, gênero e raça; e justiça social e econômica. Entre nossas estratégias de atuação estão o trabalho em parceria e aliança com outras organizações e setores da sociedade, a produção de conhecimento, o engajamento público, a realização de campanhas e de ações de influência e incidência política junto aos setores público e privado.

A Oxfam Brasil faz parte de uma rede global, a Oxfam, formada por 20 membros que atuam em cerca de 90 países no total, por meio de campanhas, programas e ajuda humanitária.  

A área temática Desigualdades nas Cidades: Juventudes, Gênero e Raça se estrutura a partir do reconhecimento de que jovens, mulheres e a população negra vivenciam com maior intensidade as diferentes desigualdades que premeiam a sociedade, o racismo estrutural, a injustiça e a violação de seus direitos fundamentais, incluindo o direito à cidade. A Oxfam Brasil, por meio do trabalho desenvolvido nesta área temática, tem como objetivo contribuir para o enfrentamento das formas de exclusão e desigualdade no espaço urbano, promovendo a cidadania ativa e cidades mais justas e solidárias.

Contexto específico da contratação

A Oxfam Brasil desenvolve, desde novembro de 2019, o projeto “Bairros, olhares desiguais e juventudes”, em parceria com a Oxfam Intermón e a Oxfam México e cofinanciamento da União Europeia, com o objetivo de contribuir para o fomento e a construção de políticas públicas urbanas que reduzam as desigualdades em grandes cidades de países de renda média, posicionando a questão das desigualdades urbanas diante da opinião pública, a partir de uma abordagem multidimensional. Os jovens urbanos em cidades como São Paulo e Cidade do México, focos do projeto, representam um grupo prioritário para promover mudanças e introduzir novas perspectivas sobre como lidar com desafios que fazem parte da estrutura social, econômica e cultural de um país e que têm peso na agenda política local e tem o poder de influenciar políticas públicas.

Esta contratação é parte do eixo “criação de contra-narrativas sobre desigualdades”, que tem como objetivo desenvolver ferramentas e campanhas que permitam posicionar essa narrativa tanto na opinião pública, como na agenda política local. Para isso, o projeto se propõe a mapear como as diferentes dinâmicas das desigualdades de gênero, raça e renda são percebidas por jovens de classe média-alta, pessoas que vivem e percebem o mundo a partir das diferentes condições de privilégio (de renda, de gênero, de raça, entre outros) que temos na sociedade brasileira.  Nesse sentido, a campanha sobre desigualdades urbanas e juventudes é uma importante ferramenta para engajar a população em temas como desigualdades de gênero, raça e renda no país, por meio da sua manifestação online/virtual.

Objeto da contratação

A Oxfam Brasil contratará prestador(a) de serviço especializado(a)/ Agência, para a criação de uma campanha a fim de sensibilizar jovens brancos sobre as diferentes desigualdades brasileiras e sua interação com o contexto urbano. De maneira mais específica, a campanha deverá engajar este grupo principalmente sobre a desigualdade racial e de que maneira ela está relacionada com as desigualdades de gênero e renda.

Trata-se da sensibilizar este grupo sobre os impactos da desigualdade racial na vida de jovens negros, periféricos LGBTQIA+. A campanha deve buscar promover mudanças não só na maneira como este tema é percebido, mas também fomentar o engajamento mais ativo de jovens de classe média e média alta nos meios urbanos no debate sobre desigualdades e gerar capacidade de posicionamento em uma contra-narrativa sobre as desigualdades.

Objetivo da campanha

Mudar a percepção dos jovens brancos sobre as desigualdades brasileiras e como elas afetam os jovens negros, de maneira a estimular naqueles um engajamento mais ativo neste debate. Espera-se gerar mudança nas atitudes de jovens brancos em relação às desigualdades, particularmente a racial, para que passem a defender de maneira mais ativa/militante a redução das desigualdades.

Público-alvo

Jovens de classe média e média-alta, entre 18 e 29 anos, brancos, de ambos os sexos e residentes na cidade de São Paulo. Busca-se impactar jovens de classe média e classe média alta, que mostram consciência das desigualdades dos espaços urbanos em que vivem, mas que ainda não deram o salto para se tornarem membros ativos e/ou militantes em seus ambientes urbanos. Como grupo social, tendem a ter um sentido de classe, conexão com ideias progressistas e o entendimento de que a redução das desigualdades é necessária para o desenvolvimento/progresso, e as políticas públicas e o governo têm uma responsabilidade nesse sentido. Conhecimento das novas tecnologias e a sua possibilidade de replicação entre os pares e as suas famílias, tornam-nos sujeitos de mudanças com enorme potencial.

Especificações do projeto

Na assinatura do contrato, a Oxfam Brasil compartilhará os relatórios das pesquisas realizadas entre janeiro e abril 2021 (estudo netnográfico, social listening/monitoramento de rede e entrevistas em profundidade), que servirão como base para a criação, desenvolvimento e implementação da campanha.

A agência escolhida deverá desenvolver as seguintes atividades:

  • Criação da campanha: desenvolvimento do conceito, narrativa, mensagens-chave
  • Desenvolvimento de layout, conteúdos e produção de peças, ferramentas ou materiais da campanha
  • Gestão e acompanhamento da campanha nos meios definidos
  • Avaliação de resultados com base nos indicadores apresentados

Produtos

Os entregáveis desse projeto são:

  • Apresentação da campanha em formato powerpoint ou outro
  • Cronograma detalhado de ação, elaborado após reunião com a equipe da Oxfam Brasil;
  • Produtos e materiais da campanha, incluindo arquivos em formato aberto;
  • Relatórios semanais de acompanhamento sobre o alcance e engajamento da campanha;
  • Relatório final sobre o alcance da campanha a partir dos indicadores acordados.

A campanha deverá ser lançada até o dia 15 de agosto de 2021, podendo durar até 15 de outubro de 2021.

Valor e forma de pagamento

O orçamento disponível para essa campanha é de até R$ 165.000,00 (cento e sessenta e cinco mil reais), já contemplados os impostos, encargos sociais e demais despesas, conforme regime da empresa.

O valor do projeto inclui os custos de criação, desenvolvimento e implementação da campanha, incluindo valores de investimento de mídia.

A forma de pagamento será:

  • 50% na assinatura do contrato
  • 25% após o lançamento da campanha
  • 25% na entrega do relatório final

A contratação se dará por meio de contrato de prestação de serviço.

Candidaturas

Poderão se candidatar prestadoras/es de serviços com comprovada experiência em produção e gestão de campanhas de engajamento público, campanhas online e experiências correlatas.

Apresentação de propostas

As prestadoras e prestadores de serviços interessadas em aplicar para o presente Briefing deverão apresentar propostas, considerando as seguintes especificações:

  • Documento com a proposta de trabalho (máximo 10 páginas), contendo:

– descrição do escopo da campanha e abordagem proposta
– detalhamento da estratégia sugerida, ferramentas e produtos a serem criados para o alcance dos objetivos
– Indicadores de sucesso
– Plano de trabalho e cronograma de desenvolvimento e implementação
– Orçamento proposto, baseado nas atividades e produtos/ferramentas

  • Composição da equipe, funções e responsabilidades dos membros da equipe, um breve resumo das qualificações e currículos;
  • Apresentação do fornecedor / portifólio em papel timbrado da empresa que contenha 3 principais trabalhos relacionados a este Briefing.
  • Comprovante de regularidade do CNPJ.

Dúvidas sobre o Termo de Referência, bem como a proposta e os documentos supracitados deverão ser enviados para Bárbara Barboza (barbara.barboza@oxfam.org.br), com cópia para Néia Limeira (neia.limeira@oxfam.org.br) impreterivelmente até às 23:59 do dia 30/05/2021. No título da mensagem deve conter o seguinte assunto: Proposta Campanha Desigualdades Urbanas.

*Entraremos em contato apenas com os/as representantes das propostas pré-selecionadas.

Da Comissão Julgadora

  • Aprovar e assinar o Briefing da chamada pública para a contratação;
  • Analisar as propostas recebidas e decidir proposta mais adequada para a realização do serviço;
  • Realizar reuniões de pitch/entrevistas com as agências pré-selecionadas;
  • Comunicar à agência selecionada sobre o resultado da chamada pública;
  • Comunicar às agências pré-selecionadas sobre o resultado da chamada pública;
  • Manter a documentação do processo de chamada pública organizado.

Do Comitê Gestor da Campanha

O comitê gestor da campanha é responsável por:

  • Fazer um briefing adequado à agência;
  • Compartilhar os documentos e subsídios necessários ao trabalho de concepção da campanha
  • Aprovar estratégia e conceito da campanha, peças de comunicação e outros materiais necessários
  • Monitorar o desenvolvimento e implementação da campanha
  • Revisar relatórios semanais e promover feedbacks
  • Aprovar e assinar o relatório final, bem como a resposta da gestão.

A coordenação da campanha é responsável por:

  • Redigir o Briefing de chamada pública e adaptá-lo com base nas contribuições do comitê;
  • Assegurar a emissão do contrato e o cumprimento das obrigações contratuais (quando aconselhado positivamente pelo comitê gestor da campanha);
  • Ser o ponto de contato da agência para qualquer assunto relacionado ao serviço;
  • Revisar os relatórios e aconselhar o comitê gestor da campanha sobre eles;
  • Redigir a resposta da administração em nome do comitê gestor da campanha.

A Gerente de Operações é responsável por:

  • Garantir a responsabilidade e a transparência da seleção da agência, de acordo com os regulamentos de contratações vigentes (Oxfam Brasil) aplicáveis ​​a esta chamada pública.

Observadores:

Representantes das organizações parceiras e/ou da União Europeia poderão acompanhar as atividades de desenvolvimento e implementação da campanha.

Critérios administrativos

Propostas que não atendam a esses critérios não serão consideradas:

  • – Encaminhamento dentro do prazo estipulado nessa chamada pública;
  • Proposta que não contenha os documentos listados no item 10 desta chamada pública; – Propostas com orçamento mais de 20% superior ao valor máximo estipulado.

Critérios de avaliação

Critérios Pontuação
Excelente conhecimento e experiência na criação e desenvolvimento de campanhas públicas lideradas por ONGs em temas sociais 25
Experiência significativa na realização de campanhas online, de mobilização e engajamento público nos meios digitais 20
Experiência e capacidade de aplicação de ferramentas online para engajamento público, storytelling, jornadas de ativismo 15
Sólida experiência em trabalhar com um ou mais temas (desigualdades, racismo, sexismo, desigualdades de renda, raça e gênero, pobreza) 10
Composição da equipe responsável pela criação e desenvolvimento da campanha (diversidade de raça e gênero) 15
Custo-benefício (value for money) 15
Total (100%) 100

Direito de propriedade intelectual

Todos os produtos associados ao presente Briefing de contratação serão de propriedade da Oxfam Brasil, o qual poderão ser compartilhados com outras afiliadas dentro da Confederação Oxfam. Será reconhecida a autoria da empresa selecionada.

Calendário do processo seletivo

ETAPAS DATA
Recebimento de propostas 30/05/2021
Pré-seleção das propostas* 04/06/2021
Reuniões de pitch com pré-selecionados Até 11/06/2021
Análise da documentação 18/06/2021
Assinatura de contrato Junho/2021
Expectativa de lançamento da campanha 15/08/2021

Notícias Relacionadas:
imagem do banner
Cadastre-se
Junte-se a nós para contribuir para as mudanças que queremos na sociedade brasileira.
Cadastre-se agora para receber mais informações!
Ao se cadastrar, você concorda com a política de privacidade da Oxfam Brasil

A Oxfam Brasil utiliza cookies para melhorar a sua experiência

Ao continuar navegando na nossa página, você autoriza o uso de cookies pelo site.