Mais Justiça, Menos Desigualdades

Mil dias sem Marielle e Anderson – Quem mandou matar?

Os assassinatos de Marielle Franco e Anderson Gomes completam 1000 dias sem respostas das autoridades. Queremos justiça!

08/12/2020 Tempo de leitura: 1 minuto
 

Foto: Renan Olaz/Câmara Municipal do Rio

Mil dias sem Marielle Franco e Anderson Pedro Gomes. Mil dias sem respostas das autoridades públicas sobre os covardes assassinatos ocorridos 14 de março de 2018, no Rio de Janeiro. Mil dias em que a impunidade prevalece e a sociedade brasileira, de luto, exige justiça.

A vereadora e ativista dos direitos humanos era uma poderosa voz feminista, negra, lésbica e periférica, e sua luta virou semente para milhares de brasileiras e brasileiros que levam adiante suas bandeiras.

O ativismo de Marielle Franco foi incansável em favor de uma maior participação política de mulheres negras para fortalecer a democracia e a luta contra as desigualdades em nosso país. Não à toa ela foi inspiração para centenas de candidaturas nas eleições municipais deste ano.

Não podemos deixar a impunidade prevalecer. Estamos acompanhando as ameaças que outras parlamentares negras e LGBTQI+ sofrem diariamente no país, o que demonstra o quão a violência política ainda é um gargalo na nossa democracia.

Queremos justiça para Marielle e Anderson! Nem um dia a mais sem respostas!

Marielle, presente!

Anderson, presente!

Notícias Relacionadas:
imagem do banner
Cadastre-se
Junte-se a nós para contribuir para as mudanças que queremos na sociedade brasileira.
Cadastre-se agora para receber mais informações!
Ao se cadastrar, você concorda com a política de privacidade da Oxfam Brasil

A Oxfam Brasil utiliza cookies para melhorar a sua experiência

Ao continuar navegando na nossa página, você autoriza o uso de cookies pelo site.