EMERGÊNCIA COVID-19: sua solidariedade protege famílias

Live no Youtube: coronavírus, ajuste fiscal e direitos humanos

A Oxfam Brasil convida a arquiteta e urbanista Isadora Salomão e o sociólogo e economista Marcelo Medeiros para discutir a crise do coronavírus, ajuste fiscal e direitos humanos.

15/04/2020 Tempo de leitura: 1 minuto
 

A Oxfam Brasil faz nesta quinta-feira (16/4) uma transmissão ao vivo online pelo seu canal no Youtube para discutir a crise do coronavírus, o ajuste fiscal e direitos humanos.

Participam da conversa a diretora-executiva da Oxfam Brasil, Katia Maia; a arquiteta e urbanista Isadora Salomão (relatora sobre Austeridade e Seguridade Social da Plataforma Dhesca); e o sociólogo e economista Marcelo Medeiros, pesquisador do Ipea, professor visitante da Universidade de Princeton e um dos maiores especialistas em desigualdades do país.

A transmissão ao vivo online será realizada a partir das 11 horas.

Vamos enviar uma notificação momentos antes da ‘live’ começar. Para isso, basta se inscrever abaixo.

Em meio à crise do coronavírus, o ajuste fiscal se justifica?

Sabemos que a crise do coronavírus terá um impacto brutal sobre o aumento da desigualdade social – no Brasil e no mundo. Relatório da rede Oxfam divulgado semana passada aponta que meio bilhão de pessoas podem ser empurradas para a pobreza caso não sejam realizadas ações urgentes para ajudar países em desenvolvimento. Esse apoio é necessário para que eles possam promover ações de proteção social e econômica e fortalecer seus sistemas de saúde.

Enquanto isso, no Brasil, estima-se que cerca de 2,5 milhões de pessoas ficarão desempregadas por conta da crise causada pelo coronavírus. Assim, o que é possível fazer para minimizar os efeitos do necessário distanciamento social e da retração econômica? É viável discutir ajuste fiscal neste momento? E no pós-pandemia, o ajuste fiscal deverá ser discutido da mesma forma?

Como garantir os direitos humanos diante de uma perspectiva tão difícil de futuro para todos, especialmente para os mais pobres? Estas são algumas das questões que serão discutidas na ‘live’ desta quinta-feira (16/4).

Notícias Relacionadas:
imagem do banner
Cadastre-se
Receba nossa newsletter
 

A Oxfam Brasil utiliza cookies para melhorar a sua experiência

Ao continuar navegando na nossa página, você autoriza o uso de cookies pelo site.