Estamos na Guatemala oferecendo ajuda humanitária a milhares de pessoas

Cerca de 100 pessoas já morreram, há 200 desaparecidos e mais de 12 mil desabrigados devido à erupção do Vulcão de Fogo

Mais de 12 mil pessoas foram evacuadas de suas casas como resultado de novas erupções do Vulcão de Fogo, que segue jogando lava, rochas, cinzas e fumaça sobre a região. O número oficial de mortos até o momento é de 99 pessoas, e pelo menos 197 pessoas estão desaparecidas.

"O Vulcão de Fogo continua em erupção e não se sabe ao certo quando vai parar", afirma Ana María Méndez, diretora da Oxfam na Guatemala. "A área próxima ao vulcão não é segura e tem sido muito perigoso chegar à maioria das comunidades próximas a ele, devido às altas temperaturas. Sabemos que duas aldeias foram soterradas. As equipes de busca estão trabalhando em condições extremamente difíceis e os esforços de resgate tem sido dificultados por falta de equipes adequadas, pouca visibilidade e o fechamento de estradas devido a nuvens tóxicas e fluxos de lava. Uma evacuação humanitária que havíamos planejada teve que se interrompida por conta dessas condições desfavoráveis."

Mais de 1,7 milhões de pessoas, principalmente comunidades indígenas, têm sido afetadas pela erupção do vulcão, sofrendo cortes de eletricidade, desabamentos, falta de água potável e bloqueio de estradas. Algumas comunidades também enfrentam desabastecimento de comida.

A Oxfam está trabalhando com a Coordenação Nacional para a Redução de Desastres da Guatemala e organizações sociais locais, distribuindo filtros de água, produtos de higiene básica e outros produtos importantes para as pessoas que estão desabrigadas ou em albergues temporários após fugirem da área de desastre. Também estamos ajudando a equipar os acampamentos com cozinhas industriais, cilindros de gás e utensílios de cozinha.

O número de pessoas abrigadas nos acampamentos temporários dobrou nos últimos três dias.

A Oxfam continuará seu trabalho no local para melhorar as condições de higiene e saneamento para as pessoas abrigadas após o desastre.