Mais Justiça, Menos Desigualdades

 

Trabalhe Conosco

Contratação de pesquisa netnográfica/ social listening

Termo de Referência para contratação de pesquisa netnográfica/social listening sobre percepção dos jovens das classes média e média-alta sobre as desigualdades na cidade de São Paulo

Novembro de 2020

1. A OXFAM BRASIL

A Oxfam Brasil é uma organização da sociedade civil brasileira, fundada em 2014, para a construção de um Brasil mais justo, sustentável e solidário, eliminando as causas da pobreza, as injustiças sociais e as desigualdades. 

Atuamos em três áreas temáticas: setor privado, desigualdades e direitos humanos; desigualdades nas cidades – juventudes, gênero e raça; e justiça social e econômica. Entre nossas estratégias de atuação estão o trabalho em parceria e aliança com outras organizações e setores da sociedade, a produção de conhecimento, o engajamento público, a realização de campanhas e de ações de influência e incidência política junto aos setores público e privado. 

A Oxfam Brasil faz parte de uma rede global, a Oxfam, formada por 20 membros que atuam em cerca de 90 países no total, por meio de campanhas, programas e ajuda humanitária. 

A área temática Desigualdades nas Cidades: Juventudes, Gênero e Raça se estrutura a partir do reconhecimento de que jovens, mulheres e a população negra vivenciam com maior intensidade as diferentes desigualdades que premeiam a sociedade, o racismo estrutural, a injustiça e a violação de seus direitos fundamentais, incluindo o direito à cidade. A Oxfam Brasil, por meio do trabalho desenvolvido nesta área temática, tem como objetivo contribuir para o enfrentamento das formas de exclusão e desigualdade no espaço urbano, promovendo a cidadania ativa e cidades mais justas e solidárias.

CONTEXTO ESPECÍFICO DA CONTRATAÇÃO

A Oxfam Brasil desenvolve, desde novembro de 2019, o projeto “Bairros, olhares desiguais e juventudes”, em parceria com a Oxfam Intermón e a Oxfam México e cofinanciamento da União Europeia, com o objetivo de contribuir para o fomento e a construção de políticas públicas urbanas que reduzam as desigualdades em grandes cidades de países de renda média, posicionando a questão das desigualdades urbanas diante da opinião pública, a partir de uma abordagem multidimensional. Os jovens urbanos em cidades como São Paulo e Cidade do México, focos do projeto, representam um grupo prioritário para promover mudanças e introduzir novas perspectivas sobre como lidar com desafios que fazem parte da estrutura social, econômica e cultural de um país e que têm peso na agenda política local e também tem o poder de influenciar políticas públicas.

Esta contratação é parte do eixo “criação de contra-narrativas sobre desigualdades”, que tem como objetivo conhecer o nível de engajamento de jovens da classe média e média alta sobre temas das desigualdades urbanas na cidade de São Paulo, a fim de desenvolver ferramentas e campanhas que permitam posicionar essa narrativa tanto na opinião pública, como na agenda política local. Para isso,  o projeto se propõe a mapear como as diferentes dinâmicas das desigualdades de gênero, raça e renda são percebidas por jovens de classe média-alta, pessoas que vivem e percebem o mundo a partir das diferentes condições de privilégio (de renda, de gênero, de raça, entre outros) que temos na sociedade brasileira.

Nesse sentido, a pesquisa netnográfica/social listening se apresentam como uma importante ferramenta para entender as interações da população com os temas das desigualdades de gênero, raça e renda no país, por meio da sua manifestação online/virtual.

OBJETO DA CONTRATAÇÃO

A Oxfam Brasil contratará prestador(a) de serviço especializado(a) para a realização de pesquisa netnográfica/social listening a fim de capturar a percepção de jovens de classe média e média-alta, residentes na cidade de São Paulo, sobre as diferentes desigualdades brasileiras e sua interação com o contexto urbano, identificando os vínculos emocionais que os engajam em ações de ativismo digital. De maneira mais específica, mapear as percepções sobre a desigualdade racial e de que maneira ela está relacionada com as desigualdades de gênero e renda.

O estudo servirá como base para a construção de uma campanha de engajamento digital, capaz de provocar mudanças na maneira como esse público percebe o tema e fomentar o engajamento mais ativo e militante desse grupo nos meios urbanos. A netnografia ou etnografia digital baseia-se na análise de percepções, comportamentos sociais e interações apresentadas pelo grupo selecionado em um período. Isso nos permitirá uma maior segmentação das mensagens e uma maior capacidade de posicionar uma contra-narrativa sobre a desigualdade.

Busca-se trabalhar com jovens de classe média e classe média alta, que mostram consciência das desigualdades dos espaços urbanos em que vivem, mas que ainda não deram o salto para se tornarem membros ativos e, sobretudo, militantes em seus ambientes urbanos. Como coletivo, tendem a ter um sentido de classe, conexão com ideias progressistas e a apropriação de que o progresso está vinculado à redução das desigualdades e que isso depende em grande parte dos governos e de suas políticas públicas. O seu conhecimento das novas tecnologias e a sua possibilidade de replicação entre os pares e as suas famílias, tornam-nos sujeitos de mudanças com enorme potencial.

A utilização do estudo netnográfico permite-nos identificar aqueles elementos que mobilizam desde as emoções. A experiência atual nos mostra que os dados e cifras da desigualdade são conhecidos da sociedade, como mostram as pesquisas sobre percepção de desigualdade realizada pela Oxfam Brasil, mas estes, por si só, não levam à mobilização e permanecem na fase consciência. Portanto, consideramos que ter uma ferramenta que nos permite conectar emoção e mobilização para a concepção de uma contra-narrativa sobre as desigualdades tem um grande potencial de promover mais engajamento de jovens de classe média e média-alta.

ESPECIFICAÇÕES – a proposta deve contemplar:

• Metodologia que evidencie as abordagens espontâneas sobre a temática como as reações estimuladas/provocadas na pesquisa.

• Mapeamento netnográfico sobre engajamento de jovens de classe média e média-alta em temas relacionados à desigualdade – varredura em redes sociais sobre como jovens de classe média e média alta abordam/lidam com os seguintes temas: racismo/desigualdade racial, machismo/desigualdade de gênero, pobreza/desigualdade de renda.

• Realização de grupos focais virtuais que estimulem o debate sobre os temas citados acima, a fim de captar percepções e vínculos socioemocionais capazes de gerar engajamento ativo sobre questões de desigualdades.

• Realização de grupos focais virtuais para a testagem das narrativas da campanha a ser criada.

4.1 Produtos

• Relatório analítico do comportamento/engajamento de jovens de classe média e média- alta com temas relacionados às desigualdades de renda, gênero e raça em redes sociais, mapeando suas percepções sobre as desigualdades urbanas na cidade de São Paulo;

• Identificação de potenciais fatores mobilizadores de engajamento ativo por parte de jovens de classe média e média-alta em São Paulo

• Briefing prévio, contendo conceitos-chave, argumentos, temas e outros possíveis elementos a serem considerados para o desenho de uma campanha de engajamento desse público para a redução das desigualdades.

  • CANDIDATURAS

Poderão se candidatar prestadoras/es de serviços com comprovada experiência em netnografia, escuta digital, mineração de dados, finger talks e social listening.

APRESENTAÇÃO DE PROPOSTAS:

As/os prestadoras/es de serviços interessadas/os em aplicar para o presente Termo de Referência deverão apresentar propostas, considerando as seguintes especificações:

• Apresentação do fornecedor / portifólio em papel timbrado da empresa;

• Comprovante de regularidade do CNPJ;

• Apresentação de proposta metodológica indicando como a pesquisa será desenvolvida, bem como fontes a serem pesquisadas e ferramentas;

• Cronograma detalhado;

• Apresentação de proposta orçamentária.

Dúvidas sobre o Termo de Referência, bem como a proposta e os documentos supracitados deverão ser enviados para Bárbara Barboza (barbara.barboza@oxfam.org.br), com cópia para Néia Limeira (neia.limeira@oxfam.org.br) impreterivelmente até o dia 04/12/2020. No título da mensagem deve conter o seguinte assunto: Proposta pesquisa netnográfica.

*Entraremos em contato apenas com os/as representantes das propostas pré-selecionadas.

DIREITO DE PROPRIEDADE INTELECTUAL

Todos os produtos associados ao presente Termo de Referência serão de propriedade da Oxfam Brasil, o qual poderá ser compartilhado com outras afiliadas dentro da Confederação Oxfam. Será reconhecida a autoria da empresa selecionada.

CALENDÁRIO DO PROCESSO SELETIVO

imagem do banner
Cadastre-se
Junte-se a nós para contribuir para as mudanças que queremos na sociedade brasileira.
Cadastre-se agora para receber mais informações!
Ao se cadastrar, você concorda com a política de privacidade da Oxfam Brasil

A Oxfam Brasil utiliza cookies para melhorar a sua experiência

Ao continuar navegando na nossa página, você autoriza o uso de cookies pelo site.