Peça teatral ajuda refugiados rohingya a enfrentarem um inimigo mortal

Espetáculo criado pela Oxfam e parceiros ensina boas práticas de higiene no maior campo de refugiados do mundo
Foto: Maruf Hasan/Oxfam

Centenas de crianças rohingya se divertiram em raro momento de alegria assistindo a uma peça que ensina como se manter limpo e saudável no campo de refugiados de Kutupalong, em Bangladesh. Há quase 1 milhão de refugiados rohingya nos campos em Bangladesh, pessoas que fugiram de Mianmar no ano passado por causa da violência extrema no país vizinho. Crianças que viram seus familiares sendo assassinados agora enfrentam outra ameaça mortal - doenças contagiosas.

Há altos níveis de diarreia, infecções respiratórias e doenças de pele nos campos de refugiados em Bangladesh, todos os casos relacionados a questões de higiente e saneamento precário.

A peça, organizada pela Oxfam em parceria com as organizações Artes para Ação e Teatro Unido para Ação Social, ensina às crianças como se manterem saudáveis e como evitar a disseminação de doenças.

como atuamos em emergências

"Eu sempre digo aos meus filhos para lavarem as mãos depois de usarem o banheiro, mas eles nem sempre me escutam", diz Minara (nome fictício), de 28 anos, que assistia à peça com seu filho de 10. "Pude ver que as crianças realmente gostaram da peça, e espero que agora elas se lembrem de lavar as mãos o tempo todo."

As crianças fizeram fantoches gigantes que foram usados pelos atores da peça para demonstrar como as moscas transferem bactérias das fezes para a comida.

"Eu não tinha ideia de que as moscas carregassem germes", afirmou Minara. "Assim que eu chegar em casa, vou cobrir toda a comida e falar para meus amigos sobre isso, para que façam o mesmo."

O filho de Minara disse ter amado a peça. "A melhor parte foi ver as moscas zunindo em volta do cocô e da comida. Agora sei que moscas em cima da comida não é uma coisa legal."

Além de oferecer diversão educativa aos refugiados rohingya, a Oxfam e seus parceiros também estão trabalhando duro para garantir uma vida mais digna nos campos em Bangladesh, providenciando a instalação de banheiros químicos e equipamentos de saneamento. Mas nada disso tem serventia alguma se as pessoas não se conscientizarem sobre a importância das boas práticas de higiente no dia a dia, diz Dorothy Sang, da equipe da Oxfam em Bangladesh. "Já temos um grande número de pessoas sofrendo de diarreia severa por aqui - e isso pode ser mortal para as crianças. É importante ajudar não apenas os pais, mas também as crianças, fazer com que entendam como suas próprias mãos, a comida que comem e o ambiente lamacento em que estão vivendo podem ser fonte de bactéria que pode deixa-los doentes."

"O futuro dessas crianças é muito incerto, mas enquanto estiverem aqui vamos continuar nosso trabalho para mantê-las a salvo de doenças."

Mais ajuda e recursos são necessários para melhorar as condições nos campos de refugiados para além do básico, e garantir a segurança das milhares de pessoas que vivem nos acampamentos. Ao mesmo tempo, a Oxfam está exortando a comunidade internacional a trabalhar em conjunto para encontrar uma solução de longo prazo para o povo rohingya. Isso inclui esforços diplomáticos para acabar com a violência e políticas discriminatórias em Mianmar, que são a fonte de toda essa crise.

Doe agora

Seu apoio ajuda a mudar vidas

Cadastre-se para receber nossa newsletter