Oxfam intensifica resposta ao terremoto e tsunami na Indonésia

Há mais de 1.400 mortos e cerca de 300 mil desabrigados na ilha de Sulawesi
Vista área de região devastada pelo terremoto seguido de tsunami na região de Palu, na ilha de Sulawesi, Indonésia. (foto: Jewel Samad / AFP / Getty Images)

A Oxfam e organizações parceiras estão intensificando suas ações para ajudar 500 mil pessoas na ilha de Sulawesi, depois que o governo da Indonésia anunciou nesta segunda-feira (1/10) que mais de 2 milhões de pessoas podem ter sido afetadas pelo terremoto e tsunami.

Pelo menos 1.400 pessoas morreram e milhares ficaram desabrigados com a destruição de centenas de casas e edifícios, de acordo com a Agência Nacional de Gestão de Desastres da Indonésia. A agência afirmou ainda que o total de mortos deve ser maior, já as autoridades ainda estão contando os corpos nos hospitais e santuários locais.

"A Oxfam está ampliando sua resposta no local para alcançar 500 mil pessoas com suprimentos de ajuda como alimentos prontos, kits de purificação de água e abrigos", afirma Ancilla Bere, gerente de ajuda humanitária da Oxfam na Indonésia. "A escala do estrago feito pelo terremoto e tsunami é gigantesco e há a possibilidade de muitas pessoas estarem sob os escombros dos prédios destruídos. As operações de resgate estão em andamento ainda."

Segundo Bere, o desastre também danificou e destruiu um grande número de residências e muitas pessoas temem voltar para suas casas. Estima-se que cerca de 300 mil pessoas ficaram desabrigadas.

As agências governamentais da Indonésia já começaram a trabalhar na região do terremoto e tsunami para ajudar os sobreviventes e o governo da Indonésia já pediu oficialmente ajuda internacional.

Saiba mais aqui sobre o que estamos fazendo para ajudar os atingidos pelo terremoto e tsunami na Indonésia.

A Oxfam é uma das organizações humanitárias mais reconhecidas no mundo. Trabalhamos para salvar vidas em situação de emergência e reduzir o risco de desastres futuros. Desde seu surgimento, em 1942, a Oxfam trabalha para garantir que as pessoas afetadas por desastres naturais e conflitos em todo o mundo tenham o apoio necessário, incluindo acesso à água potável, saneamento básico, alimento e proteção. 

Quando um desastre acontece, nós agimos rapidamente para salvar milhares de vidas que estão em risco. Nosso trabalho continua mesmo após a crise, para permitir que as pessoas afetadas possam reconstruir suas próprias vidas e evitar futuros desastres. 

Também trabalhamos para que os formuladores de políticas em nível local e internacional promovam as mudanças necessárias para melhorar a vida das pessoas afetadas.

Precisamos da sua ajuda para desenvolver esse trabalho.

As primeiras 24 horas de uma emergência humanitária são as mais importantes. Saiba aqui como agimos para garantir a segurança e dignidade das pessoas atingidas.