Nós e as Desigualdades

A Oxfam Brasil, em parceria com o Instituto Datafolha, lançou uma pesquisa de percepção pública para investigar o que pensam os brasileiros sobre as desigualdades no país. Os resultados são significativos. Os dados da pesquisa foram coletados em agosto de 2017 e publicados em dezembro.

A pesquisa aponta que a população percebe as desigualdades, suas causas e soluções – o que consideramos condição fundamental para mudarmos o estado das coisas. E também revela grandes desafios para a agenda de redução das desigualdades no Brasil.

Leia nossa nota informativa Nós e as Desigualdades (ao lado), em que analisamos os resultados da pesquisa Oxfam Brasil/Datafolha, oferecendo reflexões sobre os desafios para alimentar o necessário debate público.

A desigualdade é percebida majoritariamente como diferença socioeconômica

39% classificam desigualdade como diferença socioeconômica

8% a classificam como carência de recursos e serviços, segundo maior grupo

Corrupção, falta de emprego e de educação são principais causas

81% dos brasileiros acreditam que a corrupção “contribui muito” para as desigualdades

70% o desemprego

66% a educação

Os ricos são “os outros”

88% declaram estar entre a metade mais pobre numa escala pobreza-riqueza de 0 a 100

47% dos brasileiros acreditam serem necessários mais de R$ 20 mil mensais para ser parte dos 10% mais ricos 

Combate às desigualdades é papel dos governos

79% acreditam que o combate às desigualdades é obrigação de governos 

Compartilhe nossos cards

Um retrato das desigualdades Brasileiras

Os fatores que explicam as desigualdades no país e o mapeamento das soluções existentes.

Os números das desigualdades no Brasil

O Brasil é um dos países mais desiguais do mundo. Conheça alguns números da nossa atual realidade.

Ações contra as desigualdades

Uma lista para entender como as desigualdades extremas operam e o que podemos fazer para reduzi-las.

Desigualdades no Enem

Simulado e webinar sobre desigualdades de renda, patrimônio, racial e de gênero, com dados do relatório A Distância que Nos Une.

Mapa da desigualdade

Entenda as desigualdades e injustiças das cidades por meio de dados sobre a oferta de serviços públicos à população.

Doe agora

Seu apoio ajuda a mudar vidas

Cadastre-se para receber nossa newsletter