Winnie Byanyima

Oxfam investe para fortalecer salvaguardas contra abuso e assédio sexual

A Oxfam Internacional vai treinar funcionários em todo mundo para se tornarem investigadores de salvaguardas em seus escritórios para fortalecer seu sistema de proteção contra abuso e assédio sexual. O anúncio foi feito nesta quinta-feira (26/7) e faz parte do Plano de Ação de 10 Pontos lançado em fevereiro passado como parte dos esforços da organização em responder aos casos de abuso e assédio sexuais ocorridos no Haiti em 2011.

Iniciativa faz parte do Plano de Ação de 10 pontos lançado em fevereiro passado

Ei, G7! Está mais do que na hora de fazer a economia funcionar para as mulheres!

A economia global está gerando extrema riqueza para alguns poucos às custas - e nas costas - de mulheres pobres, que costuram nossas roupas, colhem nossa comida e cuidam de nossos filhos. "Isso tem que acabar", afirma Winnie Byanyima, diretora executiva da Oxfam  Internacional que está em Quebec, no Canadá, para acompanhar a reunião do grupo dos sete países mais ricos do mundo, o G7. "Recomendo fortemente aos líderes do G7 a apoiar políticas feministas que comprovadamente reduzem as desigualdades econômica e de gênero.

Líderes reunidos em Quebec estão desafiados a promover medidas contra desigualdade de gênero no mundo
E se os líderes mundiais tivessem que fazer o mesmo trabalho que as mulheres fazem no dia-a-dia? Querido #G7, que promover o empoderamento econômico das mulheres?