Rede Nossa São Paulo

Mapa da desigualdade

Mapa da Desigualdade é uma iniciativa da Rede Nossa São Paulo que busca revelar as desigualdades das cidades por meio de suas diferenças regionais. Ele aponta, a partir de cada micro-região da capital paulista, dados sobre assistência social, cultura, educação, esporte, habitação, inclusão digital, meio ambiente, saúde, trabalho e renda, transporte e violência. Ao dar visibilidade aos "zeros" de equipamentos e serviços públicos em cada região, o estudo explicita as desigualdades e visa contribuir para a diminuição da distância entre os melhores e piores indicadores.

A metodologia desenvolvida pela Rede Nossa São Paulo foi transformada em um Guia orientador para construção de mapas da desigualdade nos municípios brasileiros, que contou com apoio da Oxfam Brasil.

A primeira cidade a adotar o guia para construção de seu mapa foi Brasília, através da liderança do Instituto de Estudos Socioeconômicos (Inesc) e o Movimento Nossa Brasília em parceria com a Oxfam Brasil. Em 2016, foi elaborada a primeira versão do Mapa da Desigualdade de Brasília, dando visibilidade às profundas diferenças e injustiças na oferta de serviços públicos fundamentais como saúde, educação e transporte, entre outros. 

Institucional

Mapa da Desigualdade 2017 revela os muitos contrastes de São Paulo

Em mais de metade dos 96 distritos de São Paulo não há sequer um equipamento ou espaço público de cultura para a população. Em 37 distritos não não há acervo de livros infanto-juvenis para as crianças. Em 33, não há leitos hospitalares. E, mais uma vez, 34 distritos apresentam os piores índices.

Relatório foi lançado pela Rede Nossa São Paulo