Inesc

Juventudes fazem seu 'corre' por inclusão e geração de renda

Batalhas de rima, apresentações musicais, dança, grafite e uma feira de economia solidária. O evento Poesia nas Quebradas, que aconteceu no último sábado (18/5) em Planaltina (DF) teve isso e muito mais. A atividade faz parte do projeto Juventudes nas Cidades, realizado por coletivos do Distrito Federal em parceria com o Inesc e Oxfam Brasil.

Evento 'Poesia nas Quebradas' reuniu diversos coletivos do projeto Juventudes nas Cidades em Planaltina (DF)
Fotos: Poka Nascimento

Mapa da desigualdade

Mapa da Desigualdade é uma iniciativa da Rede Nossa São Paulo que busca revelar as desigualdades das cidades por meio de suas diferenças regionais. Ele aponta, a partir de cada micro-região da capital paulista, dados sobre assistência social, cultura, educação, esporte, habitação, inclusão digital, meio ambiente, saúde, trabalho e renda, transporte e violência. Ao dar visibilidade aos "zeros" de equipamentos e serviços públicos em cada região, o estudo explicita as desigualdades e visa contribuir para a diminuição da distância entre os melhores e piores indicadores.

A metodologia desenvolvida pela Rede Nossa São Paulo foi transformada em um Guia orientador para construção de mapas da desigualdade nos municípios brasileiros, que contou com apoio da Oxfam Brasil.

A primeira cidade a adotar o guia para construção de seu mapa foi Brasília, através da liderança do Instituto de Estudos Socioeconômicos (Inesc) e o Movimento Nossa Brasília em parceria com a Oxfam Brasil. Em 2016, foi elaborada a primeira versão do Mapa da Desigualdade de Brasília, dando visibilidade às profundas diferenças e injustiças na oferta de serviços públicos fundamentais como saúde, educação e transporte, entre outros. 

Institucional

Livro de crônicas revela as múltiplas dimensões da região mais desigual do DF

A Cidade Estrutural é a região mais desigual do Distrito Federal e também lugar de muita potência criativa e de resistência de uma população que cria inúmeras estratégias de sobrevivência.

Publicação faz parte do Mapa das Desigualdades elaborado pelo Inesc e Nossa Brasília, com apoio da Oxfam Brasil

Teto de gastos: estudo revela queda de até 83% em políticas públicas para área social

Políticas públicas voltadas à área social tiveram redução de até 83% no orçamento nos últimos três anos, revela estudo do Instituto de Estudos Socioeconômicos (Inesc) feito em parceria com a Oxfam Brasil e Centro para os Direitos Econômicos e Sociais (CESR, na sigla em inglês), apresentado nesta quinta-feira (14/12) em audiência pública realizada na Câmara dos Deputados, em Brasília.

Levantamento realizado pelo Inesc, Oxfam Brasil e CESR foi apresentado em audiência pública na Câmara

Audiência debate impactos negativos do Teto de Gastos aos direitos humanos

O Brasil, que já é um dos países mais desiguais do mundo, corre o risco de voltar para o Mapa da Fome, deixar pessoas sem acesso a medicamentos e mulheres vítimas de violência, em sua maioria negras e jovens, desprotegidas.

Emenda Constitucional 95 completa um ano com graves efeitos sobre segurança alimentar, desigualdades e acesso a medicamentos, aponta estudo a ser lançado durante evento