desigualdades brasileiras

Redução das desigualdades é tema do Prêmio Cidades Sustentáveis 2019

A maior parte da população brasileira vive hoje nas cidades e nelas as desigualdades ficam mais evidentes à sociedade. O que os municípios brasileiros têm feito para enfrentar o problema? Quais as boas práticas e políticas públicas inovadoras e bem sucedidas têm sido apresentadas pelas cidades?

Prazo para inscrições se encerra em 7 de junho e vencedores serão anunciados durante Conferência Internacional
Fotos: Paulo Pereira (capa) e André Teixeira (interna)

Redução da desigualdade no Brasil é interrompida pela vez primeira em 15 anos

Pela primeira vez nos últimos 15 anos, a redução da desigualdade de renda parou no Brasil, e também pela primeira vez, em 23 anos, a renda das mulheres retrocedeu em relação aos homens. Há 7 anos, a proporção da renda média da população negra brasileira se encontra estagnada em relação aos brancos.

Além disso, em 2016, retrocedemos 17 anos em termos de espaço para gastos sociais no orçamento federal.

Nosso novo relatório aponta ainda estagnação na equiparação de renda entre mulheres e homens e entre negros e brancos
Foto: André Teixeira/Oxfam Brasil