desigualdade no campo

Massacre de Curuguaty: camponeses são absolvidos por unanimidade no Paraguai

A Suprema Corte de Justiça do Paraguay revogou por unanimidade a sentença de 11 camponeses condenados em 2016 pelo caso conhecido como "massacre de Curuguaty". A decisão determina a imediata libertação deles devido a sérias deficiências durante a etapa de investigação e processo penal, afirmando que não foi provada a participação dos camponeses nos delitos julgados - invasão de imóvel alheio, associação criminal e homicídio doloso.

Resultado é comemorado pela Oxfam e revela grave problema de concentração de terras no país

"A questão da terra é uma luta constante para nós mulheres"

A terra é sagrada para homens e mulheres que trabalham com agricultura. Sem ela, ficam desprovidos de meios dignos de sobrevivência e acabam sendo explorados e mantidos em condições precárias, muitas vezes de miséria, por quem concentra terras - algo comum e histórico no Brasil. Uma ampla reforma agrária é urgente, e um sonho de muita gente do campo, mas um sonho distante, sem perspectiva de ser concretizado.

Agricultora familiar do Maranhão afirma que não basta distribuir terras, tem que dar terra de qualidade

Mato Grosso do Sul produz carne às custas do sofrimento indígena, diz liderança Terena

O estado do Mato Grosso do Sul tem, segundo o IBGE, mais de 60 mil indígenas, que lutam há décadas pela demarcação de suas terras, hoje ocupadas hoje por fazendeiros. Nesse conflito, o saldo é amplamente desfavorável aos povos indígenas. O direito histórico à terra dos povos originários é desrespeitado pelo governo federal, que não toma as devidas medidas para demarcação dos territórios, e pelos grandes empresários do agronegócio local. No Mato Grosso do Sul, por mais absurdo que possa parecer, a vida dos milhares bois e vacas tem mais valor do que a dos indígenas.

Entrevista com a professora Ana Sueli Firimino, da aldeia Buriti, é a primeira de série sobre mulheres, terras e desigualdade

Terra e desigualdade: mulheres, direito à terra e os impactos do agronegócio

Qual o impacto da concentração de terras e do modelo de agricultura adotado no Brasil - produção em larga escala de produtos agrícolas voltados para a exportação, como soja, milho e outros - sobre as mulheres trabalhadoras do campo? Como agricultoras familiares, indígenas e mulheres de comunidades tradicionais (quilombolas, por exemplo) lidam com o constante desrespeito a seus direitos e o desigual acesso à terra e recursos naturais?

Oficina reúne lideranças do campo e comunidades indígenas e tradicionais de todo o país

"As desigualdades foram criadas pela sociedade, e por nós devem ser resolvidas"

Os desafios são muitos no Brasil e em toda América Latina quando o assunto é desigualdade. Mas também são muitas as oportunidades para resolver o problema, que afeta milhões de pessoas na região. "Quando falamos sobre desigualdades, é sempre importante observar que elas foram criadas pela sociedade. Não é algo que simplesmente caiu do céu.

Entrevista com nossa diretora executiva Katia Maia na Conferência Internacional sobre Desigualdades Rurais