ajuda humanitária

Milhares de congoleses estão sendo expulsos de Angola

Uma crise humanitária de proporções gigantescas está se formando na região de Kasaï, na República Democrática do Congo, onde quase 260 mil pessoas estão sob ameaça. Elas foram forçadas a deixar Angola em uma violenta perseguição a refugiados e migrantes. A área, uma das mais pobres da República Democrática do Congo, já sofre com problemas de desnutrição, cólera e ameaça de um conflito armado.

Oxfam alerta para a formação de uma crise humanitária de grande proporção na região de Kasai
Milhares de pessoas tiveram que fugir às pressas de Angola, carregando seus poucos pertences por estradas, sem comida ou abrigo. Foto: Scherazade Bouabid/Oxfam

Peça teatral ajuda refugiados rohingya a enfrentarem um inimigo mortal

Centenas de crianças rohingya se divertiram em raro momento de alegria assistindo a uma peça que ensina como se manter limpo e saudável no campo de refugiados de Kutupalong, em Bangladesh. Há quase 1 milhão de refugiados rohingya nos campos em Bangladesh, pessoas que fugiram de Mianmar no ano passado por causa da violência extrema no país vizinho. Crianças que viram seus familiares sendo assassinados agora enfrentam outra ameaça mortal - doenças contagiosas.

Espetáculo criado pela Oxfam e parceiros ensina boas práticas de higiene no maior campo de refugiados do mundo
Foto: Maruf Hasan/Oxfam

Oxfam oferece ajuda humanitária às milhares de pessoas da Caravana Migrante

Milhares de pessoas estão fugindo desesperadas da violência, pobreza e fome em Honduras e se concentrando na fronteira da Guatemala com o México, depois de andarem centenas de quilômetros entre os países. A Caravana Migrante, como vem sendo chamada, é uma séria emergência humanitária e a Oxfam já está no local para oferecer ajuda, juntamente com organizações parceiras locais.

Famílias inteiras andaram centenas de quilômetros de Honduras até o México fugindo da violência e fome

Oxfam intensifica resposta ao terremoto e tsunami na Indonésia

A Oxfam e organizações parceiras estão intensificando suas ações para ajudar 500 mil pessoas na ilha de Sulawesi, depois que o governo da Indonésia anunciou nesta segunda-feira (1/10) que mais de 2 milhões de pessoas podem ter sido afetadas pelo terremoto e tsunami.

Há mais de 2.000 mortos e cerca de 300 mil desabrigados na ilha de Sulawesi
Vista área de região devastada pelo terremoto seguido de tsunami na região de Palu, na ilha de Sulawesi, Indonésia. (foto: Jewel Samad / AFP / Getty Images)

Tufão Mangkhut deixa mortos e milhares de desabrigados nas Filipinas

O tufão Mangkhut atingiu o norte das Filipinas no último sábado (15/9), com ventos de até 250 quilômetros por hora, causando mais de 60 mortes até o momento e deixando um rastro de destruição. Milhares de famílias precisam urgentemente de água potável e abrigo. Equipes da Oxfam e organizações parceiras já estão em ação, atendendo às necessidades imediatas. Há, entrentanto, muita dificuldade de acesso a regiões mais remotas. Você pode nos ajudar!

Equipes da Oxfam estão no local para providenciar água potável e abrigo às famílias atingidas

Mulheres rohingya vivem situação risco em campos de refugiados inadequados

 

As refugiadas rohingya que vivem em Bangladesh enfrentam problemas de saúde, não têm acesso a assistência vital e correm maior risco de serem abusadas nas instalações inseguras e inadequadas de muitos campos de refugiados.

Oxfam alerta para a necessidade de se destinar parte dos recursos de ajuda humanitária para atender as necessidades específicas das mulheres

Oxfam investe para fortalecer salvaguardas contra abuso e assédio sexual

A Oxfam Internacional vai treinar funcionários em todo mundo para se tornarem investigadores de salvaguardas em seus escritórios para fortalecer seu sistema de proteção contra abuso e assédio sexual. O anúncio foi feito nesta quinta-feira (26/7) e faz parte do Plano de Ação de 10 Pontos lançado em fevereiro passado como parte dos esforços da organização em responder aos casos de abuso e assédio sexuais ocorridos no Haiti em 2011.

Iniciativa faz parte do Plano de Ação de 10 pontos lançado em fevereiro passado

Páginas