Oxfam no Mundo

Em resposta aos horrores da miséria e da fome provocados pela Segunda Guerra Mundial, um pequeno grupo de pessoas de Oxford, na Inglaterra, se reuniu para pensar em soluções para ajudar os refugiados na Grécia.

Nesse contexto, em 1942, surgiu a Oxfam, criado para discutir os impactos da Segunda Guerra Mundial e buscar soluções para o fornecimento de alimentos, principalmente para crianças e mulheres, dos países prejudicados pelo confronto.

Nas décadas seguintes, a Oxfam foi ampliando sua atuação, saindo da Europa para também atuar em outros continentes como África, Ásia e América Latina e, acrescentando ao trabalho humanitário iniciado em 1942, o apoio a programas de longo prazo para melhorar a vida das pessoas e a realização de campanhas tanto para arrecadar fundos, como para influenciar as mudanças necessárias no combate à pobreza.

Ao mesmo tempo, outras Oxfams foram surgindo e, em 1995, um grupo de organizações não governamentais independentes se juntam para fundar a confederação Oxfam Internacional, ou simplesmente Oxfam, com o objetivo de trabalhar em conjunto para alcançar maior impacto na luta internacional para reduzir a pobreza, a desigualdade e as injustiças.

Ao longo dos anos, a Oxfam se tornou uma das organizações não governamentais internacionais que lideram o trabalho de ajuda humanitária em situações de emergência no mundo.

Além disso, a Oxfam, a partir de sua identidade de trabalhar em parceria com outras organizações, passa a fazer parte de um movimento global a favor de mudanças que criem as condições estruturais para um desenvolvimento em favor dos direitos humanos e das transformações sociais necessárias para se ter uma sociedade mais justa.

Hoje, a Oxfam é uma confederação de 20 organizações que atuam em 94 países pelo fim da pobreza e desigualdade.

Confira o trabalho da Oxfam pelo mundo:

 

Afiliadas