Notícias

Oxfam condena morte de dezenas de palestinos em Gaza por forças de Israel

Comunidade internacional tem que investigar ação e agir com firmeza para acabar com a violência

A morte de pelo menos 58 palestinos ontem (segunda-feira, 14/5) em Gaza por forças militares de Israel é condenável e a comunidade internacional tem que agir urgentemente e com firmeza para acabar com a violência na região.

"A gente via o agronegócio crescendo nas costas daqueles que eles massacravam"

Entrevista com liderança de comunidade de posseiros em Pernambuco - é a 2a da série sobre mulheres e direito à terra

Edina Maria da Silva é uma jovem liderança da comunidade de posseiros do Engenho Barra do Dia, pertecente à falida usina Vitória, de cana-de-açúcar, localizada em Palmares, Pernambuco. A usina foi flagrada em 2008 com trabalhadores em condições análogas à escravidão, e faliu.

Ação da Oxfam fornece assistência e alívio para vítimas de terremoto no Nepal

Há três anos, mais de 9 mil pessoas morreram e milhares ficaram desabrigados no país asiático

No dia 25 de abril de 2015, um forte terremoto atingiu o Nepal, matando quase 9 mil pessoas e destruindo mais de 850 mil residências.

O transporte e as comunicações do país foram severamente danificados. Centenas de milhares de pessoas fugiram de suas casas temendo novos tremores. No dia 12 de maio, um segundo terremoto na região causou ainda mais destruição. Os desabrigados ficaram sem água potável e saneamento básico por semanas.

Crise humanitária: como ajudamos migrantes e refugiados

Na região do Líbano, Síria e Jordânia, damos assistência a mais de 2 milhões de pessoas. Também atuamos na Grécia e Itália.

Mais de 65 milhões de pessoas em todo o mundo estão oficialmente longe de seus lares devido a conflitos armados, violência e perseguição. É o número mais alto já contabilizado pelas Nações Unidas desde a Segunda Guerra Mundial.

Mato Grosso do Sul produz carne às custas do sofrimento indígena, diz liderança Terena

Entrevista com a professora Ana Sueli Firimino, da aldeia Buriti, é a primeira de série sobre mulheres, terras e desigualdade

O estado do Mato Grosso do Sul tem, segundo o IBGE, mais de 60 mil indígenas, que lutam há décadas pela demarcação de suas terras, hoje ocupadas hoje por fazendeiros. Nesse conflito, o saldo é amplamente desfavorável aos povos indígenas. O direito histórico à terra dos povos originários é desrespeitado pelo governo federal, que não toma as devidas medidas para demarcação dos territórios, e pelos grandes empresários do agronegócio local.

Terra e desigualdade: mulheres, direito à terra e os impactos do agronegócio

Oficina reúne lideranças do campo e comunidades indígenas e tradicionais de todo o país

Qual o impacto da concentração de terras e do modelo de agricultura adotado no Brasil - produção em larga escala de produtos agrícolas voltados para a exportação, como soja, milho e outros - sobre as mulheres trabalhadoras do campo? Como agricultoras familiares, indígenas e mulheres de comunidades tradicionais (quilombolas, por exemplo) lidam com o constante desrespeito a seus direitos e o desigual acesso à terra e recursos naturais?

"As desigualdades foram criadas pela sociedade, e por nós devem ser resolvidas"

Entrevista com nossa diretora executiva Katia Maia na Conferência Internacional sobre Desigualdades Rurais

Os desafios são muitos no Brasil e em toda América Latina quando o assunto é desigualdade. Mas também são muitas as oportunidades para resolver o problema, que afeta milhões de pessoas na região. "Quando falamos sobre desigualdades, é sempre importante observar que elas foram criadas pela sociedade. Não é algo que simplesmente caiu do céu.

Pobreza e desigualdade no campo são temas de Conferência em Roma

Katia Maia, diretora executiva da Oxfam Brasil, participará do evento, que terá transmissão ao vivo

O mundo tem hoje mais de 800 milhões de pessoas vivendo na extrema pobreza, e a maior parte está nas áreas rurais do planeta. Quais as estratégias e programas necessários (e já existentes) que possam dar um fim à pobreza no campo e ajudar a cumprir o compromisso estabelecido pela Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável da ONU, de 'não deixar ninguém para trás'?

Novo modelo econômico

Artigo de Oded Grajew, presidente do Conselho Deliberativo da Oxfam Brasil e idealizador do Fórum Social Mundial

Artigo de Oded Grajew publicado nesta quarta-feira (19/4) no jornal Folha de S. Paulo.

O jornalista Clóvis Rossi, a quem admiro por sua competência e integridade jornalística, publicou na sua coluna nesta Folha (26/3) um artigo no qual lamenta não termos até hoje uma proposta de modelo econômico que "ofereça esperança às pessoas".

Os desafios para incidência sobre o Novo Banco de Desenvolvimento do BRICS

Reunião estratégica realizada em SP reuniu representantes de organizações preocupadas com primeiros projetos no Brasil

Criado há quase quatro anos, o Novo Banco de Desenvolvimento (NBD) liderado pelos países BRICS - grupo que reúne Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul - iniciou suas operações em 2016 cercado de muita expectativa por parte da sociedade civil.

Páginas