Mais Justiça, Menos Desigualdades

 

Uma economia para o 1%

A distância entre ricos e pobres está chegando a novos extremos. O banco Credit Suisse revelou recentemente que o 1% mais rico da população mundial atualmente acumula mais riquezas que todo o resto do mundo junto.

Esse fenômeno foi observado um ano antes de uma previsão da Oxfam nesse sentido ter sido amplamente divulgada, às vésperas da realização do Fórum Econômico Mundial do ano passado. Ao mesmo tempo, a riqueza detida pela metade mais pobre da humanidade caiu em um trilhão de dólares nos últimos cinco anos.

Essa é apenas a evidência mais recente de que vivemos hoje em um mundo caracterizado por níveis de desigualdade não registrados há mais de um século. “Uma Economia para o 1%” 2 analisa como isso aconteceu e por que, além de apresentar novas evidências alarmantes de uma crise de desigualdade que saiu do nosso controle.



Têm a mesma riqueza que os 3,6 bilhões de indivíduos
mais pobres no mundo



O valor do aumento da riqueza dos 62 indivíduos
mais ricos desde 2010



A queda na riqueza dos 3,6 bilhões de pessoas
mais pobres durante 2010



Desde 2000, a maioria da população mais pobre do mundo vem recebendo somente 1% do aumento da riqueza global



O montante do aumento da riqueza global desde 2000
recebido pelo 1%



O aumento no rendimento médio anual dos 10%
mais pobres no mundo

Compartilhe nas redes sociais:
imagem do banner
Cadastre-se
Junte-se a nós para contribuir para as mudanças que queremos na sociedade brasileira.
Cadastre-se agora para receber mais informações!
Ao se cadastrar, você concorda com a política de privacidade da Oxfam Brasil

A Oxfam Brasil utiliza cookies para melhorar a sua experiência

Ao continuar navegando na nossa página, você autoriza o uso de cookies pelo site.